Presidente da Fecombustíveis explica, em vídeo, dificuldade para cumprir o decreto de Bolsonaro

Paulo Miranda Soares, presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), avalia as novas regras do decreto 10.634, assinado em 23 de fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro. A principal dificuldade para o setor cumprir o decreto é que os postos de combustíveis são substituídos tributariamente, ou seja, os impostos incidentes sobre os produtos são pagos por elos anteriores da cadeia. Confira o vídeo completo no site e em nossas redes sociais: https://www.facebook.com/Fecombustiveis/videos/253553606264737 e https://www.instagram.com/p/CLpqb0gHyRd/

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fecombustíveis