Volks defende uso de etanol como fonte de energia

Nos últimos meses, o presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, reuniu-se com produtores de etanol e visitou usinas. Das conversas com o setor surgiram novos planos para o etanol.

O executivo acredita que o potencial do combustível derivado da cana de açúcar pode ir muito além do seu uso nos motores a combustão, como funciona hoje na maior parte da frota brasileira. Indústria e usinas começam a discutir a possibilidade de a energia gerada a partir do etanol servir para carregar as baterias de carros elétricos.

Trata-se de um passo além, também, do uso do etanol no carro híbrido. Esse tipo de veículo funciona com dois motores – um elétrico e outro a combustão. O motor a combustão, abastecido com gasolina ou etanol – é o que faz o elétrico funcionar e também faz o veículo rodar, dependendo das condições do trajeto e da velocidade.

A ideia, agora, é fazer com que o etanol seja mais uma fonte de geração de energia. Assim como hidrelétricas, energia solar, eólica ou o hidrogênio, em fase avançada na Europa.

Para ler esta notícia completa, clique aqui.

Fonte: Valor Econômico