Líderes partidários duvidam que reformas sejam aprovadas em 2020, indica pesquisa

15/10/2020

Antes programada para este ano, a votação das reformas tributária e administrativa –bem como a aprovação da PEC do pacto federativo– ficará para 2021. Já a criação do imposto sobre as transações digitais será aprovada, em pelo menos uma das duas Casas do Legislativo, ainda em 2020.

Essa é a projeção de líderes e vice-líderes partidários, segundo pesquisa encomendada pela Necton Investimentos. O estudo revela que apenas 10,4% das lideranças partidárias dizem acreditar que, em 2020, a reforma administrativa será aprovada em ao menos em uma das Casas do Congresso. Outros 86,4% responderam não acreditar que a votação ocorra ainda neste ano.

A descrença é ainda maior entre as lideranças de partidos de oposição. Apenas 5,3% afirmaram que a reforma administrativa seria levada a votação em uma das Casas em 2020, segundo a pesquisa.