Prestes a terminar o ano, gasolina e gás de cozinha ficam mais baratos

22/12/2018

Levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o preço médio da gasolina em Mato Grosso do Sul ficou 7,77% mais barato ao consumidor final nas últimas dez semanas, saindo do preço médio de R$ 4,666 para R$ 4,119. Para o bolso do motorista do Estado, isso representa uma diferença de R$ 0,55 por litro abastecido desde a  antepenúltima semana de outubro até esta semana, período do comparativo de dados da ANP. Já na Capital, o preço do litro da gasolina também caiu e o combustível ficou R$ 0,28 mais em conta, uma retração de 6,26%. Nos postos de Campo Grande, a gasolina pode ser encontrada pelo preço médio de R$ 4,087, contra R$ 4,36 dez semanas atrás.

A mesma diferença de descontos também ocorre para o diesel. Subvencionado desde maio deste ano, o combustível apresentou recuo de preços nas últimas dez semanas, de 6,85% no Estado e de 6,10% na Capital. Nesta semana, motoristas sul-mato-grossenses estão pagando, em média, R$ 3,514 pelo litro do diesel, R$ 0,26 a menos que o praticado na semana de 14 a 20 de outubro (R$ 3,773). Já os preços em Campo Grande saíram de R$ 3,737 para R$ 3,509 no mesmo período.

A exceção à regra no levantamento foi o etanol, que apresentou trajetória contrária. O litro do biocombustível ficou 0,43% mais caro para o consumidor em MS, saindo de R$ 3,33 para R$ 3,342. No caso da Capital, houve redução de 1,59%, e o valor saiu de R$ 3,263 para R$ 3,277.

GÁS DE COZINHA

Apesar de ainda ter preços expressivos, o gás de cozinha ficou mais barato tanto em Mato Grosso do Sul quanto em Campo Grande. No Estado, a queda foi de R$ 0,27, já que o valor do GLP caiu de R$ 71,72 para R$ 71,52 nas últimas dez semanas, uma diferença relativamente pequena de R$ 0,20. Já na Capital, a retração foi maior: de 2,03%, com o gás saindo de R$ 68,90 para R$ 67,50.

Fonte: Correio do Estado