Vendas no varejo avançam 0,4% em janeiro ante dezembro

14/03/2019

As vendas do comércio varejista subiram 0,4% em janeiro de 2019 ante dezembro de 2018, na série com ajuste sazonal, informou nesta quinta-feira, 14, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com janeiro de 2018, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 1,9%, impulsionadas pelo grupo de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo. No acumulado em 12 meses, houve avanço de 2,2%.

Segundo a gerente de pesquisas do IBGE, Isabella Nunes as vendas tiveram resultado positivo em quase todas as categorias analisadas. “O comércio varejista voltou a crescer com resultado positivo em praticamente todas as atividades. Isso mostra um aumento de ritmo no varejo, uma melhora. Tanto que a média móvel passa de 0% para 0,5% no trimestre fechado em janeiro”, afirmou.

A única atividade que teve recuo foi a de venda de artigos farmacêuticos, uma acomodação após três meses consecutivos de avanços, explica Isabella.

O resultado mensal veio acima da mediana das projeções (+0,10%), calculada a partir do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 0,80% a avanço de 1,60%.

Já a comparação de janeiro de 2019 com o mesmo mês de 2018 veio bem acima da mediana das estimativas (+0,80%). Nesse confronto, as projeções iam de uma redução de 1,10% a expansão de 2,10%.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 1,0% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal. O resultado veio bem acima da mediana das estimativas (+0,30%), mas dentro do intervalo das projeções dos analistas ouvidos pelo Broadcast, que esperavam desde um recuo de 0,80% a alta de 1,20%.

Na comparação com janeiro de 2018, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 3,5% em janeiro de 2019 e, portanto, vieram perto do teto das previsões. Nesse confronto, as projeções variavam desde um recuo de 0,40% a uma alta de 3,80%, com mediana positiva de 2,10%.

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam alta de 3,5% no ano. Em 12 meses, o resultado foi de avanço de 4,7%.

Fonte: O Estado de S.Paulo