Petrobrás anuncia redução e gasolina volta a ser negociada a menos de R$ 2 nas refinarias

23/10/2018

A Petrobrás anunciou corte de 3,8% no preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias, válido para a próxima quarta-feira, dia 24, para R$ 1,9855. A gasolina não era negociada abaixo de R$ 2 desde 22 de agosto. Além disso, a estatal manteve sem alteração o preço do diesel, em R$ 2,3606, conforme tabela disponível no site da empresa.

Em 6 de setembro, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar. Desde o anúncio, a volatilidade nas refinarias recuou sensivelmente e analistas chegaram a defender medida semelhante para o diesel, uma vez que a subvenção oferecida pelo governo expira no fim do ano.

O mecanismo consiste em um instrumento financeiros de proteção – a compra de derivativos de gasolina na Bolsa de Nova York e o hedge cambial no Brasil. Com os derivativos, se previne das oscilações de preços do combustível enquanto mantém os seus preços inalterados. Assim, ainda que perca dinheiro por alguns dias por não reajustar a gasolina enquanto a commodity sobe no mercado externo, ganha com os derivativos na mesma proporção. No final das contas, o saldo entre perdas e ganhos é nulo, e o cliente é beneficiado por não ter que lidar com as variações diárias do preço.

A safra brasileira de cana é esperado em torno de 630 milhões de toneladas na safra 2018/19.

Fonte: O Estado de S.Paulo